Be prepared the dragon age is coming soon. Be careful the power may consume you.
Últimos assuntos
» [PROMOÇÃO] Cannons & Adoção
Ontem à(s) 9:15 pm por Elia Nymeros Martell

» Solicitação de Mudança de Nome
Sex Jul 20, 2018 2:42 am por Deusa do Amor

» Wonderland Resources
Seg Jul 16, 2018 1:10 pm por Miriel Lannister

» [PROMOÇÃO] Indicação
Sab Jul 07, 2018 9:07 am por Rei da Noite

» Aurille Region
Seg Jul 02, 2018 5:02 pm por Aurille

» Cannons Ilhas de Verão
Qui Jun 14, 2018 12:29 pm por Rei da Noite

» [Trama] Essos
Qui Jun 14, 2018 12:08 am por Rei da Noite

» Ava Editions
Qua Jun 13, 2018 1:22 pm por Rei da Noite

» Pedido de Parceria
Qua Jun 13, 2018 1:21 pm por Rei da Noite

» [Trama] Império Dourado de Yi Ti
Qui Jun 07, 2018 5:52 pm por Deusa do Amor

» Tutorial Iniciante
Qua Jun 06, 2018 4:53 pm por Rei da Noite

» Carta de Abertura
Qua Jun 06, 2018 2:47 pm por Rei da Noite

» Fale Conosco!
Ter Jun 05, 2018 5:54 pm por Rei da Noite

» Tramas Interativas
Qui Abr 05, 2018 7:49 pm por Rei da Noite

» [Trama] Península Valiriana
Qui Abr 05, 2018 11:12 am por Rei da Noite


[Trama] Península Valiriana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Trama] Península Valiriana

Mensagem por Rei da Noite em Qui Abr 05, 2018 11:12 am

Península Valiriana

"Malditos sejam Aenar e sua família, malditos sejam os dragões que levaram consigo. Que a fraqueza dos Targaryen nunca mais seja vista como valiriana. Maldito seja aquele em que o sangue do dragão vermelho correr em suas veias. Malditos sejam eles, pois estavam certos."

Fragmento da transcrição da última reunião entre os Senhores de Dragão em Valíria

A Perdição assolou o maior império que o mundo já viu, destruiu tudo que fazia de Valíria a mantenedora da paz. Seus dragões morreram incinerados nos céus, suas fortalezas e castelos levadas as cinzas, sua cultura e magias perdidas para toda a eternidade e o Império Valiriano completamente arrasado. Ao menos, fora isso que o mundo proferiu e lembre-se que uma mentira contada mil vezes, se torna uma verdade. Com a Perdição, poucos foram os sobreviventes, os senhores de dragões reunidos na velha Valíria foram erradicados, mas alguns herdeiros sobreviveram em Velos, assim como seus dragões. Consternados com a tragédia, focaram suas forças em reconstruir sua casa, pouco ligando para o Século de Sangue que assolou Essos após a Perdição e muito menos se importando com o poderio Targaryen crescendo em Westeros. Durante o século seguinte a Perdição, Velos tornou-se a capital do que um dia fora o Império de Valíria, agora conhecido apenas como Península Valiriana, que até mesmo hoje, cerca de meio milênio depois, não está aberta ao mundo e ainda cura as cicatrizes deixadas pela mácula.

Deixar que o resto do Mundo Conhecido espalhasse sua inexistência, fez com que Valíria pudesse florestar, ainda que de forma singela, mas para isso sacrifícios foram feitos. Durante séculos cidades foram deixadas em ruínas, lendas foram espalhadas sobre os destroços da Cidade Franca, seus dragões há muito não bateram as asas sobre os céus. As ruínas de Valíria se tornaram assombradas, não apenas pelos homens de pedras e os malditos de outras terras, mas também pelo monstros criados nas lentas, Wyrms de fogo foram soltos e instigados a serem selvagens, matando praticamente todo visitante, assim fortunas em tesouros foram deixadas para trás, toneladas de aço valiriano e vidro de dragão perdidos por séculos. Mas para os valirianos tudo valeu a pena, já em 120 d.C. Nova Valíria estava pronta, uma cidade menor porém melhorada e mais preparada do que a velha Valíria. Cercada pelo Mar Fumegante e as Ruínas da velha Cidade Franca, a nova floresceu longe dos olhos curiosos e pela primeira vez em séculos os dragões voavam pelos céus de Valíria.

O controle da nova Valíria fora posto nas mãos de três famílias, aquelas que sobreviveram e fizeram de tudo para que sua cidade fosse refeita, contudo a soberania fora dada a casa Balaerys e seus dragões. A cada geração a Península se tornou mais e mais poderosa, porém seu poderio militar não seria capaz de enfrentar Westeros ou as Cidades Livres, como escolha estratégica os senhores de dragões resolveram deixar a Península livre das influências externas, porém abriu-se as portas para aqueles que ali chegavam. Nomes poderosos, como o Rei Leão, Tommem II, e seu descente Gerion Lannister,  foram até as ruínas de Valíria e descobriram a verdade sobre a cidade, encantados com a beleza de Nova Valíria, nunca mais voltaram para Westeros. Não apenas estes foram os viajantes que ali se enraizaram, porém o costume do sangue puro valiriano ainda persiste até os dias hoje. Nenhum membro das famílias nobres irá se casar com um estrangeiro que não tenha os traços valirianos.

Com a Reconsquista de Westeros por Daenerys Targaryen e posteriormente o fim da Grande Noite, atual Senhor Supremo de Valíria, Aurion Balerys, resolveu que era hora de espalhar o sangue puro novamente pelo mundo. Em 370 d.C. Lorde Aurion enviou sua filha mais velha para Westeros para que a mesma despojasse o membro da família real, contudo rei Viserys III já era casado com uma Velaryon e seu primogênito ainda estava para nascer. Aenys então casou-se com o Lorde de Derivamarca, com quem teve diversos filhos, o casamento fora proposital, já que os matrimônios entre Targareyn e Velaryon se tornaram comuns novamente. Atualmente a Península recebe sempre notícias de suas raízes westerosis, a espera de que um príncipe com sangue valiriano puro suba ao trono e quando finalmente acontecer, Valíria se revelará ao mundo com seus dragões e o trono de ferro.

THANKS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum